Chefe na Receita teve reuniões secretas no Planalto em dias de devassa contra rivais de Bolsonaro

Reportagem da Folha de S. Paulo mostra que o então chefe da inteligência da Receita Federal foi ao Palácio do Planalto na véspera de iniciar uma devassa ilegal em dados sigilosos de desafetos de Jair Bolsonaro, em 2019, e voltou ao local no dia em que concluiu o trabalho, indo especificamente ao gabinete de Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. A advogada Eloísa Machado, professora da FGV-SP, explica as implicâncias legais do caso.

#UOLNews

————————-
Bem-vindo ao Canal UOL! Acompanhe a programação ao vivo e todos os conteúdos com as principais notícias do dia, opinião de colunistas e entrevistas exclusivas sobre os temas mais importantes do momento.

** INSCREVA-SE NO CANAL E ATIVE AS NOTIFICAÇÕES:
http://bit.ly/2xolCQ2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.